PERFIL DOS PACIENTES INTERNADOS POR INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO EM HOSPITAL DE REFERÊNCIA EM CARDIOLOGIA, RELAÇÃO DE CUSTO E TEMPO DE INTERNAÇÃO
PDF

Como Citar

ASSIS, M. P. DE; WIESIOEK, A. H.; ADOLFO, J. R.; SCHNEIDER, A. P. H. PERFIL DOS PACIENTES INTERNADOS POR INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO EM HOSPITAL DE REFERÊNCIA EM CARDIOLOGIA, RELAÇÃO DE CUSTO E TEMPO DE INTERNAÇÃO. REVISTA DE SAÚDE DOM ALBERTO, v. 3, n. 1, p. 160-168, 17 jun. 2019.

Resumo

Objetivos: As doenças cardiovasculares são a principal causa de mortalidade no Brasil, além de responsáveis pela permanência hospitalar prolongada, readmissões precoces e maior utilização de recursos públicos em hospitais do país. Objetivou-se avaliar o perfil e o tempo de internação dos pacientes acometidos por infarto agudo do miocárdio num hospital de referência em cardiologia e o custo que este representa para o Sistema Único de Saúde (SUS). Métodos: Estudo transversal, observacional quantitativo, através de entrevista estruturada a pacientes hospitalizados por condições cardiovasculares, no período de setembro/2014 a maio/2015. Resultados: A amostra foi de 60 pacientes, idade média de 62 anos. A hipertensão arterial sistêmica a condição clínica mais prevalente (48,3%), 49 (81,7%) eram sedentários e 45 (75%) tabagistas. Encontrou-se correlação significativa entre o sedentarismo e pacientes que apresentavam problemas circulatórios prévios (p=0,005). Conforme dados encontrados, o custo total mínimo hospitalar para o SUS em período de até 7 dias é de R$ 588,12, e a média do tempo de internação nesta pesquisa foi de 4,55 ± 2,5 dias. Conclusão: Houve relação entre o sedentarismo e os pacientes com problemas circulatórios e/ou vasculares, além de identificar o perfil destes pacientes e apresentar os valores relacionados ao tempo de internação por IAM.

PDF