ANALFABETISMO MATERNO E O RISCO DE DESNUTRIÇÃO INFANTIL
PDF

Como Citar

BASTOS, J. G.; MONTEIRO, E. K. DA R.; SANTOS, R. J. V.; SANTOS, J. A. M.; LIMA, B. S. DE S. ANALFABETISMO MATERNO E O RISCO DE DESNUTRIÇÃO INFANTIL. REVISTA DE SAÚDE DOM ALBERTO, v. 3, n. 1, p. 30-42, 17 jun. 2019.

Resumo

O presente artigo propõe descrever os aspectos do analfabetismo materno e o risco de desnutrição infantil, por meio de um relato de caso com uma mãe analfabeta de criança menor de 2 anos, em risco de desnutrição infantil na Unidade de Saúde PSF Alto da Boa Vista no município de Paripueira, Estado de Alagoas. Os achados deste estudo implicam a existência da associação entre o analfabetismo e o risco da desnutrição gerando consequências na prática do cuidar entre elas: desmame precoce, introdução alimentar precoce e errônea, inabilidade e incapacidade de práticas promotoras para o desenvolvimento e saúde infantil. Espera-se que este estudo sirva de instrumento para colaborar com o embasamento das ações do cuidar em saúde na Estratégia de Saúde da Família. Um caminho plausível é o resgate da educação em saúde baseada na criatividade e ludicidade visando à promoção da saúde e da vida dos pequenos cidadãos.

PDF