A RELAÇÃO ENTRE PRÁTICAS DE CONTABILIDADE GERENCIAL E DESEMPENHO NO SETOR HOTELEIRO DO RIO GRANDE DO SUL

  • Lucimara Streck
  • Rodrigo da Silveira Kappel

Resumo

Este estudo tem por objetivo identificar se a utilização das práticas de Contabilidade Gerencial contribuem para otimizar o desempenho do Setor Hoteleiro. Por isso foi desenvolvido uma pesquisa exploratória do tipo Survey, com a elaboração e aplicação de um questionário direcionado ao Setor Hoteleiro das Regiões Uva e Vinho, Hortênsias e Litoral Norte do Rio Grande do Sul, para avaliar a relação entre às práticas de Contabilidade Gerencial e o desempenho. As principais variáveis com maior correlação estatisticamente significativa, influenciando positivamente no desempenho das organizações, foram o planejamento estratégico, orçamento para controlar custos e técnicas de pesquisa operacional. Por fim, as evidências demonstraram que quanto maior a utilização de práticas de Contabilidade Gerencial maior será o desempenho, considerando que todas as correlações estatisticamente significativas apresentaram coeficientes positivos.

Biografia do Autor

Lucimara Streck

Graduanda em Ciências Contábeis no Centro de Ensino Superior Dom Alberto, e-mail: lucimarastreck@hotmail.com.

Rodrigo da Silveira Kappel

Doutorado em Ciências Contábeis pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS, possui Mestrado em Controladoria pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2003), Especialização em Administração Financeira pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (1999) e graduação em Ciências Contábeis pela Faculdades Porto-Alegrenses (1998). Membro de Grupo de Pesquisa da UNISINOS cadastrado no CNPQ (GEFIC/PPGCC/UNISINOS) e Coordenador do Curso de Ciências Contábeis do Centro de Ensino Superior Dom Alberto. Contato: rodrigokappel@terra.com.br.

Referências

ABDEL-KADER, M. G.; LUTHER, R. G. IFAC's conception of the evolution of management accounting. Advances in management accounting, 2006, vol. 15, p. 229-247.

BORNIA, A. C. Análise gerencial de custos: aplicação em empresas modernas. 2. Ed. São Paulo: Atlas, 2009.

CASTELLI, Geraldo. Administração hoteleira. Caxias do Sul: Educs, 2001.

CREPALDI, Silvio Aparecido. Contabilidade Gerencial: Teoria e Prática. 5. ed. São Paulo: Atlas S.A, 2011.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3.ed. Porto Alegre: Artmed/Bookman, 2010.

ELENA, N. I. (2012). Company Performance Measurement And Reporting Methods. Annals of Faculty of Economics, 1(2), 700-707. Recuperado em 03 dezembro, 2014, de http://steconomiceuoradea.ro/anale/volume/2012/n2/106.pdf

EMBRATUR. Empresa Brasileira de Turismo. Disponível em www.embratur.org.br. Acesso em: 08 de junho de 2018.

FREZATTI, Fábio. Management accouting profile of firms located in Brazil: a field study. Brazilian Administration Review, [Curitiba], v. 2, n. 1, p. 73-87, Jan./Jun. 2005. Disponível em: http://www.anpad.org.br/bar. Acesso em: 09 out. 2017.

FREZATTI, Fábio; AGUIAR, Andson Braga de; GUERREIRO, Reinaldo. Diferenciações entre a contabilidade financeira e a contabilidade gerencial: uma pesquisa empírica a partir de pesquisadores de vários países. Revista de Contabilidade e Finanças. São Paulo: USP, n. 44, p. 9 – 22.

JIAMBALVO, James. Contabilidade Gerencial. Rio de Janeiro: LTC, 2000.

KAPLAN, R. S; NORTON, D. P. A Estratégia em Ação: Balanced Scorecard. Rio de Janeiro, Campus, 1997.

LAKATOS, E. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

LIMA, Manolita Correia. MONOGRAFIA: A Engenharia da Produção Acadêmica. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

LIMA SANTOS, L., GOMES, C., FARIA, A.R., LUNKES, R.J., MALHEIROS, C., ROSA, F.S., NUNES, C. Contabilidade de Gestão Hoteleira. Cacém (Portugal): ATF, 2016.

MAXIMILIANO, Antônio Cesar Amaru. Teoria geral da administração: da escola científica à competitividade na economia globalizada. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

MILOST, F. (2013). Information power of non-financial performance measures. International Journal Biolectromagnetism, 4(6), 823-828.

NASCIMENTO, S., KROENKE, A., & BEUREN, I. M. (2010). Indicadores de desempenho abordados em artigos de periódicos do QUALIS CAPES. FACEF Pesquisa, 13(2), 159- 174.

OTT, Ernani. La información contable y el processo de toma de decisiones: marco conceptual y studio empírico. 1997. 387 f. Tesis Doctoral (Gestión Financeira y contabilidade) – Universidad de Deusto, Facultad de CC. EE y Empresariales (Este), San Sebastián, Espana, 1997.

PADOVEZE, Clóvis Luis. Contabilidade gerencial. São Paulo; Atlas, 1996.

RICHARDSON, R. J.; PERES, J. A. S. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

ROBBINS, S. P. Comportamento Organizacional. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

SANTOS, Ademilson Rodrigues dos. Diagnóstico institucional dos fatores que concorrem para o isomorfismo das práticas de contabilidade gerencial utilizadas pelas organizações do Setor Elétrico brasileiro. Curitiba, 2008.

SCAPENS, Robert W. Never mind the gap: towards an institutional perspective on management accounting practice. Management Accounting Research, [S.I.], v. 5, p. 301-321, 1994.

SEDACTEL. Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. Disponível em: https://sedactel.rs.gov.br/inicial acesso em 10 de outubro de 2018.

SERSON, Fernando. Hotelaria: a busca da excelência. São Paulo: Marcos Cobra, 1999.

SINDTUR – SERRA GAÚCHA. Sindicato Patronal da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Parques, Museus e Similares da Região das Hortênsias. Disponível em: http://www.serragauchaturismo.com.br/site/modules/home/ Acesso em 10 de maio de 2018.

SEGH - Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria Região Uva e Vinho. Disponível em: http://seghuvaevinho.com.br/ Acesso em 10 de maio de 2018.

SHRBS LN - Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Disponível em: http://sindlitoralnorters.com.br/ acesso em 15 de maio de 2018.

SOUZA, Marcos Antônio de. Práticas de contabilidade gerencial adotadas por subsidiárias brasileiras de empresas multinacionais. 218 f. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Departamento de Contabilidade e Atuária, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

Publicado
2019-12-19
Como Citar
STRECK, L.; KAPPEL, R. DA S. A RELAÇÃO ENTRE PRÁTICAS DE CONTABILIDADE GERENCIAL E DESEMPENHO NO SETOR HOTELEIRO DO RIO GRANDE DO SUL. REVISTA DE ANAIS DE EVENTOS DOM ALBERTO, v. 1, n. 2, p. 22-30, 19 dez. 2019.
Seção
Resumos Expandidos - Seminário de Contabilidade