AS ESTRATÉGIAS DE NEUROMARKETING E AS POSSÍVEIS INFLUÊNCIAS NO COMPORTAMENTO DAS GERAÇÕES Y E Z: UM ESTUDO DE CASO DA COCA-COLA

  • Guilherme Lisbôa Bianchin
  • Renata Druzian
Palavras-chave: marketing, comportamento do consumidor, neuromarketing

Resumo

O presente artigo investigou as técnicas de neuromarketing utilizadas nas promoções corporativas e mercadológica da marca Coca-cola. Esta possui um alto valor de mercado mundial estando presente com seu portfólio de produtos em mais de 200 países. Sendo assim, o objetivo geral é descobrir como as estratégias de neuromarketing, quando aplicadas no marketing, podem influenciar no comportamento de decisão de compra do consumidor das gerações Y e Z. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, com uma análise qualitativa de pesquisa exploratória e ainda também contou com um estudo de caso, através de questionários aplicados e ferramentas audiovisuais. Como resultado, foi possível concluir que as gerações são impactadas de maneira um tanto distintas. Na campanha de neuromaketing 1, a geração Y evidenciou lembranças familiares, enquanto a Z transpareceu emoção e comoção. Já na campanha 2, de cunho mercadológico, ambas gerações demonstraram ser impactadas pelo forte apelo sensorial utilizado, o que foi possível perceber a fidelidade dos consumidores com a bebida.

Publicado
2020-05-20
Como Citar
BIANCHIN, G. L.; DRUZIAN, R. AS ESTRATÉGIAS DE NEUROMARKETING E AS POSSÍVEIS INFLUÊNCIAS NO COMPORTAMENTO DAS GERAÇÕES Y E Z: UM ESTUDO DE CASO DA COCA-COLA. REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO DOM ALBERTO, v. 7, n. 10, p. 124-159, 20 maio 2020.