ESTRATÉGIAS GENÉRICAS DE PORTER: DIFERENCIAIS COMPETITIVOS DAS OFICINAS DE AUTOMÓVEIS DA CIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL/RS

  • Cristiano Henrique Keller
  • Fábio Fernando Schlesener
Palavras-chave: Estratégias genéricas, Diferenciação, Oficinas mecânicas

Resumo

Este estudo identifica quais são os fatores competitivos das estratégias genéricas que determinam a escolha dos clientes a respeito dos serviços de reparo e manutenção de automóveis prestados por oficinas mecânicas multimarcas e de concessionárias em Santa Cruz do Sul / Rio Grande do Sul. Para tanto, foi feita uma análise com base nas estratégicas genéricas de Porter (1986): liderança no custo total, diferenciação e enfoque. Para isso, foi realizado uma pesquisa survey de natureza quantitativa. Através da aplicação de um questionário estruturado com perguntas adaptadas ao objetivo de estudo, obteve-se retorno de 105 clientes de oficinas mecânicas de concessionárias e multimarcas. Como resultados, destacou- se que a maior parte das empresas vem buscando a estratégia genérica de diferenciação no mercado, seja através da qualidade do serviço, do atendimento ou pela mão de obra especializada. Contudo, tais atributos devem vir acompanhados de uma estratégia de preços adequada à percepção de valor do consumidor. Conclui-se que os fatores competitivos relacionados à diferenciação no serviço e no atendimento podem reafirmar a estratégia competitiva em relação aos concorrentes.

Publicado
2020-05-20
Como Citar
KELLER, C. H.; SCHLESENER, F. F. ESTRATÉGIAS GENÉRICAS DE PORTER: DIFERENCIAIS COMPETITIVOS DAS OFICINAS DE AUTOMÓVEIS DA CIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL/RS. REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO DOM ALBERTO, v. 7, n. 10, p. 90-65, 20 maio 2020.